sábado, 29 de agosto de 2009

Semana cultural brasileira traz Jorge Vercillo a Angola

foto: Marcos Campos


A cultura e a economia brasileira vão ter papel de destaque durante a comemoração, em Luanda, dos 187 anos da Independência do Brasil, com uma semana inteira de actividades, de 31 de Agosto a 7 de Setembro.

Um dos artistas de maior sucesso naquele país, vem finalmente a Luanda: Jorge Vercillo e sua banda realizam espectáculos nos dias 4 e 5 de Setembro em Angola.

Numa iniciativa da Aebran – Associação dos Empresários e Executivos Brasileiros em Angola, com o apoio da Embaixada do Brasil, durante a VI Semana do Brasil os angolanos e brasileiros residentes em Angola vão poder debater questões económicas, saborear pratos típicos, ouvir música de boa qualidade, assistir filmes premiados e apreciar peças de arte.

Ao destacar a importância da inserção social dos brasileiros em Angola, o presidente da Aebran, Alberto Esper, ressalta a importância da diversidade da programação comemorativa da próxima semana para intensificar a integração entre brasileiros e angolanos, iniciada no dia seguinte à independência de Angola, quando o Brasil foi o primeiro a reconhecer Angola como novo pais.
De segunda a quarta, uma Mostra de Cinema Brasileiro, com entradas grátis, é exibida no Cineplace do Bellas Shopping, com distribuição de mais de três mil bilhetes para três filmes recentes: “Mistérios do Samba”, “Estômago” e “Não por Acaso”.

De terça a sábado, no Hotel Trópico, a Semana da Gastronomia Brasileira oferece almoço com pratos típicos brasileiros, além do cardápio internacional do restaurante. Paralelamente, uma mostra de exemplares da cultura de diversas regiões brasileiras.

Na quinta-feira, no Hotel Trópico, às 17 horas, com entrada grátis, é realizado o Fórum de Debates Aebran/Lusofonia, com três temas interessantes: “A Economia de Angola diante da Crise Mundial”, com o representante do Banco Mundial em Luanda, Ricardo Gazel, “As Relações Comerciais Brasil-Angola”, tema com o embaixador do Brasil, Afonso Cardoso, e “Perspectivas da Economia Angolana”, a cargo do professor Alves da Rocha, da Universidade Católica.

A VI Semana do Brasil pretende possibilitar ao angolano e estrangeiros residentes conhecer a música de um dos maiores artistas da actualidade: o cantor e compositor Jorge Vercillo, que enche platéias em espectáculos por todo o Brasil. A festa, que tem em seguida a participação do DJ Licinho, é realizada no sábado, no Cine Tropical, com bilhetes a seis mil kwanzas, dando direito a cerveja e refrigerantes grátis. Na véspera, Vercillo faz um show popular no Karl Marx. Para encerrar as comemorações, na segunda-feira, dia 7 de Setembro, há o lançamento de um caderno especial no Jornal de Angola comemorativo do dia da Independência do Brasil.

quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Jorge Vercillo 11 e 12 de Setembro no Tom Jazz

foto: Day Vercilando


Em divulgação do seu último trabalho, o CD e DVD “Trem da Minha Vida” lançado em 2008, Jorge Vercillo se apresenta nos dias 11 e 12 de setembro, no Tom Jazz. O show compõe o projeto “Sons da Nova”, promovido pela rádio Nova Brasil FM.

Em grande momento na carreira, Vercillo traz um repertório recheado de sucessos, como “Devaneio”, “Voo Cego”, “Homem-Aranha”, “Toda Espera”, além da faixa que leva o nome do CD e DVD, “Trem da Minha Vida”. O carioca traz ainda duas canções que fazem parte do projeto especial “Coisa de Jorge”, lançado no ano de 2007 em parceria com Jorge Ben Jor e Jorge Aragão: “Líder dos templários” e “São Jorges”.
Para este show, Jorge Vercillo vem acompanhado de sua banda, composta por Paulo Calasans (teclados) Claudio Infante (bateria), André Neiva (baixo e vocal), Bernardo Bosisio (guitarra e violões), Glauco Fernandes (violino), Fábio Costa (trompete), Armando Marçal e Sidinho Moreira (percussão).

Instalado em um charmoso sobrado de tijolos aparentes no número 2331 da avenida Angélica, o TOM JAZZ (inaugurado em outubro de 2005) é mais do que um espaço para os amantes do ritmo que dá nome à casa. Projetada internamente pelos arquitetos Jorge Konnigsberger e Gianfranco Vannuchi e com desenho de luz assinado pelo iluminador Maneco Quinderé, o espaço tem capacidade para 200 pessoas, distribuídas em dois andares.

Fonte: http://201.77.198.54/ingressorapido.com.br/Evento.aspx?ID=7855

sexta-feira, 21 de agosto de 2009

Jorge Vercillo: ingressos para o show já estão à venda

foto: Rô Silva

Os grandes sucessos da carreira do cantor Jorge Vercillo poderão ser conferidos no show que ele fará em Jundiaí no próximo dia 28, às 20h30, no Teatro Polytheama.
Para esta apresentação, o cantor traz sucessos de seu mais recente álbum ("Trem da Minha Vida") e canções consagradas, como "Homem Aranha", "Ela une todas as Coisas", "Que nem Maré" e "Monalisa".


Em entrevista ao Jornal de Jundiaí Regional, ele destaca que os shows da nova turnê estão sendo muito prazerosos. "Gosto demais de tocar no interior de São Paulo. É sempre bom poder apresentar meu trabalho em cidades como Jundiaí."
Jorge Vercillo conta ainda que irá tocar com uma banda renovada, com novos músicos. "Além disso, as músicas conhecidas terão um ar diferente, pois ganharam arranjos inéditos."


Ainda segundo o cantor, neste novo show ele se mostra mais maduro como artista. "A gente sempre busca ideias para mudar. O meu trabalho não se transformou, apenas evoluiu e eu fico muito satisfeito com isso."


Serviço - Os ingressos já estão à venda na bilheteria do teatro e custam R$ 80/inteira, R$ 40/meia-entrada e doadores de um quilo de alimento. O Polytheama fica na rua Barão de Jundiaí, 176, Centro. Mais informações pelo tel. (11) 4586-2472.

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

Jorge Vercillo - Entrevista legal!


Jorge Vercillo
‘O violão é o instrumento essencial de todo cantador’

Entrevista publicada na Revista Batidas de Violão, Volume 1, Fascículo 3, de março de 2008.


Não é todo mundo que tem a oportunidade de conhecer música e de aprender a tocar um instrumento dentro de casa. Jorge Vercillo teve. Incentivado pela tia, ele “se deu um presente para a via inteira” e hoje é um dos grandes nomes da música popular brasileira. Inspirado em Caetano e Gil, viu a mpb se encontrar com o rock dos anos 80 e percebeu que a fusão de vários ritmos, com sotaque pop, seria a tônica de sua carreira. Com um novo disco na praça, “Todos nós somos um”, ele nos contou, nessa entrevista, como constrói os sofisticados arranjos de suas músicas a partir do violão, além de demonstrar um verdadeiro fascínio pelo instrumento que o conquistou quando ainda era garoto. E que agora já faz parte da vida do precoce Vinícius, filho de Vercillo, que, aos cinco, já estuda as batidas sugeridas pelo pai.

O violão foi seu primeiro instrumento?

O primeiro e único, porque de vez em quando eu toco guitarra, mas sempre com a técnica de violão, não tenho a técnica de palheta. A minha paixão é o violão.

Como você foi apresentado a um violão?

Foi uma coisa familiar, tinha o violão do meu avô, ele era compositor, além de jornalista e alfaiate. A minha tia era cantora da Rádio Nacional e começou a sentir que eu tinha interesse por música. Eu pegava o violão, começava a bater nas cordas, e ela percebia o meu interesse pelo que estava rolando de música na época, nos anos 80. Ela me propôs entrar numa aula de violão e falou: “O violão é um presente que você se dá para a vida inteira”.

Você se lembra quais eram as primeiras músicas que você começou a tocar?

“Rapte-me, camaleoa” (Caetano Veloso), “Seduzir” (Djavan)… Tudo música difícil pra caramba. “Seduzir” era complicadíssima, uma balada em 3 e no refrão dobra o andamento. Eu ficava pensando como ia fazer a batida, me fixei muito na questão rítmica da mão direita e na questão harmônica, para eu poder cantar e me acompanhar, que sempre foi o foco: cantar, tocar e compor. Nunca fui muito de solo. Depois é que comecei a fazer arranjos, criar frases, escrever para cordas, pensar em ritmos, começar a programar bateria e baixo, e a passar o arranjo pra todo mundo.

Quais eram os seus ídolos no início?

Caetano, Gil, Djavan. Esses discos, “Cores, nomes” (Caetano), o “Luz” e o “Li-lás”, do Djavan, são clássicos. O Gil tinha lançado o “A gente precisa ver o lu-ar”, eu já ouvia, aí tinha o “Extra”, depois o “Raça humana”, que é um disco de rock, tem “Pessoa nefasta”, o “Rock do segurança” (”Extra II – O rock do segurança”). A minha ligação com o rock se deu a partir do que o Gil e o Caetano faziam, eles eram compositores de mpb, mas estavam sempre flertando com a música jovem, o rock, o reggae. Por isso hoje eu faço incursões pela música flamenca, pelo funk do Rio, pelo samba. Eu gosto de aprender um pouco com cada estilo.

Você consegue tocar todos esses ritmos no violão?

Todos. Quando não é exatamente o ritmo tradicional, é uma criação em cima daquela pulsação. Nesse disco novo tem vários ritmos criados. Tem um samba em 7/8, uma parceria minha com o Marcos Valle, chamado “Numa corrente de verão”. Tem uma bossa nova ternária, que é o “Vôo cego”, um samba que vira drum’n’bass, tem uma bossa que vira salsa no refrão. Tudo isso parte do vio-lão.

É diferente tirar um som de violão ao vivo e no estúdio?

É diferente, o disco ao vivo eu gravei com uma Gibson Chet Atkins. Mas o meu violão titular é um Gibson branco, que é conhecido porque foi o Fagner que me deu. Eu queria comprar e ele não deixou. Depois eu descobri que ele estava atrás de uma Fender Telecaster e eu comprei e mandei pra ele.

E no estúdio?

A minha sonoridade é com cordas de náilon. Outros músicos com violão de aço já gravaram em meus discos, inclusive nessa música nova que tá tocando, “Ela une todas as coisas”. Quando eu gravo violão, geralmente faço dobrado, toco outra vez igualzinho. Eu toquei o Gibson, o elétrico, que tem um som mais aveludado, e o acústico, que tem um som mais médio. Isso fez uma cama muito interessante, e além dessa base harmônica do o baixo e do violão, tem os violões de aço do Ricardo Silveira, que fez uns arpejos de violão com 12 e com seis cordas. O violão harmoniza, mas não empastela, não ocupa todos os espaços.

Você tem feito muitas parcerias nos últimos tempos. Como é isso pra quem sempre compôs sozinho?

É muito legal, você aprende muito. Compor com Marcos Valle, com a Fátima Guedes… Eu faço letra e música, então tenho parceiros que me dão melodia, e também tenho parceiros que eu faço a música e a pessoa vem com a letra.

Você acha que existe mercado para quem quer ser violonista?

O violão é o instrumento essencial de todo cantador, por mais que ele toque guitarra. Todos os cantores e compositores do Brasil tocam violão. O Flávio Venturini toca teclado, mas toca violão muito bem. O Nico Rezende toca baixo, teclado, mas violão também. O violão é um instrumento símbolo do brasileiro.

Que conselho você daria para quem está começando a estudar violão?

Para desenvolver as técnicas, aprender o básico de harmonia. E para ser muito livre, informal e inventivo nas levadas, nas batidas, porque isso é que faz o di-ferencial. As levadas são como assinaturas, cada um tem uma.

Seu filho já toca violão também, né?

É, o Vinicius. Ele tem cinco anos e diariamente pega os meus violões lá em casa. Ele já tá aprendendo os acordes, tem a batida da mão direita muito de-senvolvida e já começa a querer compor.

Vercillo em Palmas - TO - Baile do Rubi

Agradecimentos a Zé Filho, pelas fotos:






sábado, 15 de agosto de 2009

Jorge Vercillo prestigia J.Velloso



Salve, galera!

Nesta Quinta– Feira, eu prestigiei o projeto “Música na Mesa” com João Velloso comentando seu novo CD “ J.Velloso e Os Cavaleiros de Jorge” no Rio de Janeiro.
O encontro foi super bacana! Dêem uma olhada nas fotos!

Bjos!!

J.Vercillo

Fonte: Blog de Vercillo

quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Informações sobre os shows - Jorge Vercillo


13/08 - Café Paon - Participação no show de Max Viana - Moema - SP

"Conexão PAON" - Especial de aniversário

A cada quinta-feira um show especial, com Max Viana e convidados.

Nesta segunda apresentação, Max Viana divide o palco com um dos mais prestigiados artistas do momento, Jorge Vercillo. Nesse show, Viana e Vercillo emplacam sucessos que fizeram de ambos os nomes dessa geração.

Café Paon : Avenida Pavão, Moema, 950 - São Paulo

Tel: 11 5531 5633 / 11 55335100

Preço(s): R$ 45,00 a R$ 80,00.

Horário(s): Quinta, 22h.

Fonte: http://www.cafepaon.com.br/


15/08 - Ahandu Eventos - Baile do Rubi - Palmas - TO

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Tocantins, promove o Baile do Rubi 2009, um dos mais esperados do ano.

A Entrada para menores de 14 anos, somente será permitida com o acompanhamento dos pais ou responsável.

Tel.: (63) 3212-9600 / Fax.: (63) 3212-9601

R$ 50,00 para Advogados
(Opção permitida apenas para advogados inscritos na OAB)

R$ 70,00 para o Público Geral
(Opção permitida ao público em geral, maiores de 14 anos)

Os ingressos do Baile do Rubi 2009 já estão a venda na Loja Lucília Modas.

Horário: 22 horas, no Ahãdu Eventos.


A festa também vai contar com outras atrações, como a banda Sonetto e música eletrônica com DJ’S.


http://www.oabto.org.br/noticia/ler/id/98/


27.08 - Jorge Vercillo - Memorial - Barra Funda - SP

Show de lançamento do CD e DVD “Trem da minha vida”, registro ao vivo de 2 noites de ingressos esgotados no Canecão, RJ (31.10 e 1.11).

Serviço:

Auditório Simón Bolívar.
Ingresso: R$ 80,00 e meia-entrada.
Promoção: meia entrada mediante entrega de 1 kg de alimento não perecível.
Bilheteria: 26, das 14 às 19h, e 27 após as 14h.

http://www.memorial.sp.gov.br/memorial/AgendaDetalhe.do?agendaId=1440


28/08 - Jundiaí - Teatro Polytheama - SP


Ainda não há data definida para o início da venda de ingressos,

Preços: R$ 80/inteira, R$ 40/meia-entrada e doadores de um quilo de alimento.

Horário: 20:30h

Mais informações pelo tel. (11) 4586-2472 (11) 2206-0947


29/08 - Festival de Música Popular de Piraí (FEMUPI) - Piraí - RJ

Telefone para informações: (24) 2431-9981

23h no CIEP Casa Amarela

Jorge Vercillo - Brasil + Argentina


Provando que a rivalidade Brasil x Argentina só acontece mesmo dentro dos campos de futebol, o cantor e compositor Jorge Vercillo e o renomado cantor e compositor argentino Alejandro Lerner sobem no palco do Memorial da América Latina (São Paulo), dia 27/08, para mostrar que música boa, realmente não tem fronteira.
Sinônimo de versatilidade, o cantor Jorge Vercillo promete reunir o melhor da MPB com as melódicas canções pop-hispânicas de Alejandro Lerner nesse grande encontro musical.


Além do show em São Paulo, Jorge embarca para a Argentina, onde fará mais uma apresentação com o compositor argentino, dia 24/09.


Então, anotem aí na agenda:

27/08 – Jorge Vercillo e Alejandro Lerner
Local: Memorial da América Latina – São Paulo

Não percam!!

http://jorgevercillo.com.br/blogjv.html

terça-feira, 11 de agosto de 2009

Fotos TCA

Fotos lindas de Miloca dance fofa, Soninha , Cris e Ray. Obrigadaaaaaaaaaa pessoal.











sábado, 8 de agosto de 2009

Jorge Vercillo em Salvador

VAMOS LOTAR O TCA!!!!
É hoje, pessoal!!
Hoje e amanhã Jorge Vercillo divulga o show Trem da minha vida.
Todos juntos curtindo esse espetáculo.
beijos
Bia

Vergonha no show de Jorge Vercillo em Alagoinhas

Foto: Júlia

Relato de uma fã, que estava no show:



"Acabei de chegar do show..quer dizer...da catástrofe que foi o show do Vercillo.


Marcado pra 21hs, só começou 1 da manhã, pq as 9hs ainda estavam passando o som, enquanto os portões estavam fechados e o povo aguardava na chuva fina a hora que a produção do evento resolvesse deixar.



Antes do Vercillo entrar, um cantor local se apresentou e por 5 vezes houve queda de energia, segunda ele, por causa do gerador que estava suportando a carga que lhe era exigida.



Resultado:Quando o Vercillo entrou lindo e maravilhoso,cantou Trem da Minha Vida..e quando foi cantar Luar de Sol, a energia parou!As pessoas já estavam exaltadas com a demora e começaram a vaiar. Não ele, claro, mas a produção do evento, de uma certa empresa irresponsável, que foi avisada pela produção do Vercillo que o gerador não dava conta do recado.



Mesmo sem luz no palco, puxei o coro de Monalisa com o pessoal que estava na frente do palco. E ele parece que adorou. Cantamos em alto e bom som pra ele ver o quanto é amado. A luz voltou...e na metade da outra canção, Tenderly/Devaneio...parou de novo. Mas continuamos a cantar Devaneio..o show não pode parar!Na 3 e última vez que a luz parou...todos jám estavam sem paciência. A banda e o Vercillo se retiraram do palco e ficamos no aguardo do retorno...dele e da luz.


Em cada queda de energia, ele aproveitava pra cumprimentar o pessoal, dar autógrafo e tirar fotos..dele!como costuma fazer.



Resultado final...o povo tomou uma baita chuva, tanto quem tava nas mesas quanto quem tava de ingresso.O show atrasou e nem chegou a começar direito. A única coisa certa foi um fim antecipado de algo que nem tinha iniciado.Decepção e prejuízo pra todos.O Vercillo demonstrou a vontade dele em fazer aquele show, mas nas condições que estava, era impossível."


by Júlia



Lamentável que façam isso com qualquer pessoa, piorou com Jorge Vercillo que veio de longe, quem tem uma carreira sólida, muitos fãs. Uma vergonha para a cidade e os produtores do show. Que pena! O povo perdeu um grande espetáculo.


beijos


Bia

sexta-feira, 7 de agosto de 2009

É hoje Alagoinhaaaaaaaaaaas - Jorge Vercillo


Foto: Marcos Campos

07/08- Horto Neanderthal - Alagoinhas - BA

Show dia 07 de agosto no Horto Neanderthal, localizado na rua 8 de dezembro, no bairro de Alagoinhas Velha.

21h

Valor: R$ 20,00 reais e a mesa R$ 120,00.
Informações: (75) 3422 4164 , 91827710

Participação : Banda We- IV

Ingressos: Rosa Bela Floricultura, Mersan e Restaurante Sabor da Carne.

Comissão desonera produção de CD e DVD - Jorge vercillo



Proposta de emenda à Constituição visa a combater a PIRATARIA. Medida ainda será votada no Plenário da Câmara


Evandro Éboli

BRASÍLIA e RIO. Na presença de vários cantores, empresários e diretores de gravadora, deputados da Comissão Especial aprovaram ontem a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que isenta a atividade de uma série de tributos e tem o objetivo principal de reduzir os efeitos da PIRATARIA sobre a venda de DVDs e CDs. Conhecida como PEC da Música, a proposta foi aprovada na comissão especial, mas com voto contrário da bancada do Amazonas, que teme, com o texto, prejuízos para empresas da Zona Franca de Manaus que comercializam esses produtos. O projeto segue agora para votação em plenário.

São atividades sujeitas ao alívio tributário a produção de CDs e DVDs e a comercialização eletrônica e por intermédio das operadoras de telecomunicações de arquivos digitais e música. Estão sendo zeradas as alíquotas de ICMS e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI).

- O setor fabricante, que também distribui a partir da Zona Franca, é o único que vê a emenda como ameaça - disse Paulo Rosa, presidente da Associação Brasileira de Produtores de Discos.

Artistas e representantes do setor acompanham votação Os defensores da proposta falavam numa redução no preço de CDs, por exemplo, próxima a 30% sobre o que é praticado hoje no mercado. Um dos autores da PEC, o deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) afirmou que ontem foi um dia histórico para o mercado da música e para quem a consome no Brasil: - Todos no setor ganham com a proposta. O consumidor terá acesso a produtos bem acabados a preços mais acessíveis.

Ganha o compositor, o intérprete, o dono de gravadora e, principalmente, o brasileiro que gosta de ouvir sua música. Só temos a comemorar.

O projeto, na verdade, tem 15 autores. Leite disse que quando decidiu apresentar o texto, em 2007, escolheu líderes expressivos dos mais variados partidos para dar peso político à PEC.

Entre os autores estão os deputados Ciro Gomes (PSB-CE), José Múcio Monteiro (PTB-PE, hoje ministro das Relações Institucionais), Flávio Dino (PCdoBMA), Fernando Coruja (PPS-SC) e José Eduardo Cardozo (PT-SP).

A emenda será agora votada no Plenário da Câmara, onde terá que ser referendada por três quintos dos deputados.

Depois, ainda deverá ser aprovada no Senado, antes de receber a sanção presidencial.

Leite explicou que a lei se aplica também a músicas baixadas em arquivos digitais e em aparelhos como telefone celular.

O compositor Ivo Meireles calcula que, quando o projeto virar lei, esse custo deverá cair de R$ 1,50 para R$ 0,50.

- Para as mídias novas é necessário legislação mais adequada.

É um avanço importante - disse Ivo Meireles.

O compositor e cantor Jorge Vercillo disse não alimentar a ilusão de que a PEC acabará com a PIRATARIA, mas acredita que ela poderá minimizar o prejuízo: - O projeto vai baratear o preço do DVD e do CD, mas acabar com a PIRATARIA é utopia.

Além de Vercillo e Meirelles, outros artistas que acompanharam a votação foram: Sérgio Reis, a dupla sertaneja Gian e Giovani e Diego, do grupo de rock NX Zero. De acordo com o deputado Otávio Leite, Ivete Sangalo "manifestou apoio irrestrito" e disse que vai mobilizar artistas para o que deverá ser chamado Dia D da música na votação no plenário da Câmara.

Durante a votação do projeto, Lurian da Silva Sato, filha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que é secretária de Assistência Social em São José (SC), apareceu no plenário e conversou com artistas e diretores.

Abordada pelo GLOBO, ela disse que só estava ali de passagem à procura de uma amiga.

- Vim a Brasília participar de um simpósio de assistência social do MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) - disse Lurian.

Mas o presidente da Associação Brasileira de Músicos Independentes, Carlos Andrade, com quem Lurian conversou por algum tempo, afirmou que ela apoia a causa e até levaria um grupo de músicos a um encontro com Lula. A presença de Lurian foi citada pelo presidente da comissão, deputado Décio Lima (PT-SC). (Colaboraram Ricardo Calazans e Erika Azevedo)

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Jorge Vercillo - Shows - Informações

07/08- Horto Neanderthal - Alagoinhas - BA

Show dia 07 de agosto no Horto Neanderthal, localizado na rua 8 de dezembro, no bairro de Alagoinhas Velha.

21h

Valor: R$ 20,00 reais e a mesa R$ 120,00.


Informações: (75) 3422 4164 , 91827710

Participação : Banda We- IV

Ingressos: Rosa Bela Floricultura, Mersan e Restaurante Sabor da Carne.


08 e 09 de Agosto - TCA - Salvador - Bahia

Ingresso à venda

SAC Iguatemi e Barra e no Teatro:

A a W R$70,OO (inteira) R$35,OO (meia)
X a Z8 R$60,00(inteira) R$30,OO (meia)
Z9 a Z11 R$40,00 (inteira) R$20,OO (meia)

08/08 - 21h
09/08 - 20h

www.tca.ba.gov.br


13/08 - Café Paon - Participação no show de Max Viana - Moema - SP

"Conexão PAON" - Especial de aniversário

A cada quinta-feira um show especial, com Max Viana e convidados.

Nesta segunda apresentação, Max Viana divide o palco com um dos mais prestigiados artistas do momento, Jorge Vercillo. Nesse show, Viana e Vercillo emplacam sucessos que fizeram de ambos os nomes dessa geração.

Café Paon : Avenida Pavão, Moema, 950 - São Paulo

Tel: 11 5531 5633 / 11 55335100

Preço(s): R$ 45,00 a R$ 80,00.

Horário(s): Quinta, 22h.

Fonte: http://www.cafepaon.com.br/


15/08 - Ahandu Eventos - Baile do Rubi - Palmas - TO

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional do Tocantins, promove o Baile do Rubi 2009, um dos mais esperados do ano.

A Entrada para menores de 14 anos, somente será permitida com o acompanhamento dos pais ou responsável.

Tel.: (63) 3212-9600 / Fax.: (63) 3212-9601

R$ 50,00 para Advogados
(Opção permitida apenas para advogados inscritos na OAB)

R$ 70,00 para o Público Geral
(Opção permitida ao público em geral, maiores de 14 anos)

Os ingressos do Baile do Rubi 2009 já estão a venda na Loja Lucília Modas.

Horário: 22 horas, no Ahãdu Eventos.


A festa também vai contar com outras atrações, como a banda Sonetto e música eletrônica com DJ’S.


http://www.oabto.org.br/noticia/ler/id/98/


27.08 - Jorge Vercillo - Memorial - Barra Funda - SP

Show de lançamento do CD e DVD “Trem da minha vida”, registro ao vivo de 2 noites de ingressos esgotados no Canecão, RJ (31.10 e 1.11).

Serviço:

Auditório Simón Bolívar.
Ingresso: R$ 80,00 e meia-entrada.
Promoção: meia entrada mediante entrega de 1 kg de alimento não perecível.
Bilheteria: 26, das 14 às 19h, e 27 após as 14h.

http://www.memorial.sp.gov.br/memorial/AgendaDetalhe.do?agendaId=1440


28/08 - Jundiaí - Teatro Polytheama - SP


Ainda não há data definida para o início da venda de ingressos,

Preços: R$ 80/inteira, R$ 40/meia-entrada e doadores de um quilo de alimento.

Horário: 20:30h

Mais informações pelo tel. (11) 4586-2472 (11) 2206-0947


29/08 - Festival de Música Popular de Piraí (FEMUPI) - Piraí - RJ

Telefone para informações: (24) 2431-9981

23h no CIEP Casa Amarela






Jorge Vercillo participa de show de Max Viana

13 de Agosto

"Conexão PAON" - Especial de aniversário

A cada quinta-feira um show especial, com Max Viana e convidados.

Nesta segunda apresentação, Max Viana divide o palco com um dos mais prestigiados artistas do momento, Jorge Vercillo. Nesse show, Viana e Vercillo emplacam sucessos que fizeram de ambos os nomes dessa geração.

Café Paon : Avenida Pavão, Moema, 950 - São Paulo

Tel: 11 5531 5633 / 11 55335100

Preço(s): R$ 45,00 a R$ 80,00.

Horário(s): Quinta, 22h.

Fonte: http://www.cafepaon.com.br/

Turnê Trem da Minha Vida - Vitória - ES

sábado, 1 de agosto de 2009

Jorge Vercillo no Memorial


27.08 - Jorge Vercillo - Memorial - Barra Funda - SP

Show de lançamento do CD e DVD “Trem da minha vida”, registro ao vivo de 2 noites de ingressos esgotados no Canecão, RJ (31.10 e 1.11).

Serviço:

Auditório Simón Bolívar.

Ingresso: R$ 80,00 e meia-entrada.
Promoção: meia entrada mediante entrega de 1 kg de alimento não perecível.
Bilheteria: 26, das 14 às 19h, e 27 após as 14h.


http://www.memorial.sp.gov.br/memorial/AgendaDetalhe.do?agendaId=1440

Jorge Vercillo - RJTV

Foto:Day

Jorge Vercillo canta versão de sucesso de Michael Jakson em show

Diversão e Arte começa na Lapa, berço da bohemia carioca e ponto de encontro de várias tribos. O RJ foi até a região para falar de música. Confira a entrevista com o artista Jorge Vercillo:

Diversão e Arte - Jorge Vercillo, nascido em Botafogo, já se apresentou em vários bairros do Rio. Como é cantar na Lapa, um dos pontos mais agitados da noite carioca?

Jorge Vercillo - Eu acho que vou me sentir em casa, porque eu sou carioca da gema e durante muito tempo eu sonhava em fazer show aqui.

Em 15 anos de carreira Jorge Vercillo se tornou um colecionador de sucessos. O curioso é que algumas músicas ficaram conhecidas antes dele se tornar um cantor famoso. Foi por causa das novelas?

É exatamente, eu me lembro que eu já tinha quatro músicas em novelas e ainda tocava na noite. Como "encontro das águas"...


Conta pra gente sobre esse novo trabalho, “Trem da Minha Vida”. Que trem é esse?

Os sucessos mais antigos estão todos com arranjos novos. Músicas como “Fênix”, “Monalisa”, virou uma salsa”, “Homem Aranha” virou um jazz e a gente vai apresentar este show aqui. Tem os sucessos mais recentes também como “Ela une todas as cosias”, “Devaneio”.

Rock With You é uma das surpresas do show, uma homenagem ao ídolo pop?

Com certeza. O Michael sempre influenciou muita gente da MPB e foi influenciado também pela música brasileira.


O show é neste sábado, às 23h30, na Fundição Progresso.

Local: Fundição Progresso

Horário: 23h30

Data: 1º de agosto

Endereço: Rua dos Arcos 24, Lapa

Telefone: 2220-5070

Classificação: 18 anos

Entrada: R$50

Assista: